sexta-feira, agosto 15, 2008

Justiça para Flávia


O amor tem muitas faces.
A mais bela de todas,
vive nos olhos das mães
que iluminam toda sombra
refazendo os dias,
acendendo o sol.

De iluminar, porém,
há uma mãe maior
peregrina do frio em que vive
da maior tristeza, refém.
Ela e sua filha,
buscam determinadas,
no deserto gelado da injustiça,
o que lhes foi tomado
mitigar a imensa dor
para sempre, irreparável.

16 comentários:

Cristiane disse...

Saramar,

é sempre bom vir aqui, ler, ver a beleza desse blog e suas palavras...Participarei também dessa blogagem, lindo o seu poema.

Um fim de semana iluminado, Cris

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Justiça nesse país é artigo raro, muito difícil de se encontrar.
Beijo grande

Zeca disse...

Por mais que se consiga a Justiça, e ela TEM que ser feita, ninguém devolverá a essa mãe e a essa filha a beleza dos anos passados na escuridão desse coma.

Solidariedade e Justiça!

Beijos.

Sonia Regly disse...

Saramar,
Ficou lindo!!! Parabéns!!!
Têm postagem nova ,apareça por lá!!!
Sua presença é uma honra!!!!

Janaina Staciarini disse...

Comovente, Sara...
Mil beijos.

Odele Souza disse...

Querida Saramar,

Tuas palavras são sempre um alento para minha luta por JUSTIÇA PARA FLAVIA.

Um beijo.

Marco disse...

Para uma história triste como a da Flavia, só palavras poéticas e bem ditas como as suas. No amor carnal ou no amor ao próximo, você será sempre nota MIL! Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Bichodeconta disse...

Junto a minha á tua voz contra essa injustiça a que é preciso por fim..

Mimi disse...

Esse post deu em mim uma mescla de sentimentos.
Raiva, tristeza e ternura.
Injustiça das mais perversas.

Mário disse...

Versos perfeitos, Saramar.
Lutemos por Justiça para Flavia.

Odele Souza disse...

Saramar,

Passei para ler os comentários e deixar um abraço pra você seus leitores.

Rosamaria disse...

Saramar

Te encontro em outros blogs mas não tinha vindo aqui ainda. Que tempo perdido!!!
Teu poema é lindo! Parabéns!
Bjim.

Betty disse...

Saramar, os poetas têm o dom de falar das dores do mundo com doçura. O seu poema prova a teoria.
Que a força dos nossos sentimentos cheguem a quem assinará sentença final.
Beijinho

Mendi disse...

Olá passando para ler sua adesão.
Assim conseguimos ler o que cada um postou. São diversos pensamentos em um unico objetivo.
a união faz a força. Justiça!! A morosidade precisa terminar.precisamos dessa blogagem coletiva estou aqui com você vestindo a camisa.
Beijos na sua alma.

Odele Souza disse...

Ola Saramar,

Voltando para mais uma vez agradecer por este teu post tão bonito.

Um beijo com carinho e amizade.

BANDEIRAS disse...

Desconheço outro amor.
Bjs