domingo, julho 16, 2006

Sombra



O ser humano é semelhante a um sopro;
os seus dias são como a sombra que passa.
(Salmos 144:4)




A dama quase cega passeia interminavelmente.
Move-a a mais completa dor.
Veste-se, ora de negro, ora de branco.
Em sua escuridão, não enxerga as cores da vida.

Dama cruel e abstrusa,
não há, porém quem a abandone.
Nem há surdos ao seu chamado.
Dama irresistível!

Move-a a mais inexorável dor.
Vai sempre sozinha, mas leva a constância do ser,
ela própria não sendo, por mais de um segundo
e depois, nada.
Depois, o nada.

À minha querida, linda, imortal amiga Vânia Daura, que se foi na sexta-feira, 14 de julho.

Imagem: Dianne Poinski

16 comentários:

soldadonofront disse...

Concordo que alguns seres humanos são como um flor que passa...outros deveriam ir para a lata de lixo da historia...

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Das pessoas que amamos não é a separação da parte física que mais nos dói é a falta da sua componente espiritual que nos habituámos a amar.
Se soubermos que podemos disfrutar dela, ouvir a sua voz, por mais longínquas que sejam as distâncias dessa separação física não sentimos tanto esse vazio nem essa dor.

Um beijinho,

Jota Effe Esse disse...

Consolemo-nos ao lembrar que nada somos e que tudo passa continuamente, inclusive nós. Beijos.

Silvio Vasconcellos disse...

E por onde passa
A mal fadada dama
Derrama a dor

E por quando a dor
Se embrenha no tempo
Resta o vento

E por onde o vento uiva
Geme a dor que antecede
O vácuo da saudade

Saramar, fique em paz. Não fuja da dor, a trate bem por que também ela se vai. Voltarão as lembranças.

Um beijo

Sílvio

Marco Santos disse...

Querida Saramar,
Sua amiga ficou encantada. O padre antonio Vieira disse que somos folhas ao vento. Sua amiga recebeu uma lufada de vento do alto e foi pra perto de Deus, olhar por nós de lá.
Um grande beijo!

Patty disse...

Adorei esse trecho:"Move-a a mais inexorável dor.
Vai sempre sozinha, mas leva a constância do ser,"
Lindo demais!
Um beijo e ótima semana!

wander disse...

As coisas passam...nós passamos...
e alguns de nós ficamos para sempre nas lembranças, tornando-se para sempre...
Porque o sentimento floresceu e nunca vai morrer.

Lia Noronha disse...

Saramar: que maravilhosa e merecida homenagem vc prestou a sua amiga!
Beijos e boa semana pra vc.

PPRangel disse...

Obrigado pela visita e pelo carinho, Saramar!
Bjs,
PP

arritmias disse...

a dor faz-nos mais humanos...

Rubo Jünger Medina disse...

Saramar, somente uma alma sensível como a sua sabe homenagear uma amizade que se foi.
Beijos.

Loba disse...

Saramar, cá estou eu! Cheguei curiosa depois daquele seu comentário. Agora estou me perguntando o porquê da timidez, embora eu entenda bem o que esta danadinha faz com a gente! rs...
Seu blog é ótimo. Seus textos são de uma sensibilidade incrível. Gostosos de serem lidos!
Li tudo da página e qdo tiver tempo pretendo ler mais e mais. Ou seja, vou estar por aqui sempre que puder, percebeu? rs...
Gostei demais. E agradeço que tenha encurtado a distância entre nós, viu?
Grande beijo

guto leite disse...

Fala ai Saramar ... uma amiga como vc é o meu sonho de consumo ... um beijo grande do amigo carioca ... guto leite.
Obs: Vc como sempre nos emocionando.

Karla disse...

Um beijo minha linda!!!

DO disse...

Achei extremamente sensível,SARAMAR.
Uma otima semana a vc
Beijos!

Anônimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»