domingo, abril 13, 2008

AINDA AMO VOCÊ


Amo, ainda.
Mais, se possível fosse.
Amo as noites escuras de dor e silêncio
Quando sua boca deixou a minha
E tentou outros sabores.
Amo as dores
que minha alma provou
na solidão de não estar.
Amo as pedras que rolaram
sob nosso amor selvagem
e o riso dos pássaros que
se fartaram de nosso mel.
Amo até sua ausência
porque dela assomam
os mínimos carinhos e
as carícias inimagináveis
que seu amor inventava
para agradar o meu.

11 comentários:

David disse...

Perfeito!

Claudinha disse...

Ah, Saramar... Lindo!
Creio que o amor verdadeiro jamais se acaba, ele permanece mesmo que nada mais seja como antes...
Mas vocêe tem o grande poder de trabalhar as palavras.
Um beijo, no dia do beijo.

cilene disse...

Vc e um amor e amar deve ser seu lema, minha amiga Saramar. Desculpe ausencia. Estive no Brasil com internet discada e etc. beijos e voltarei com frequencia agora

Janaina Staciarini disse...

Putz. Esse me fez chorar. Chorar mesmo.

Mulher na Janela disse...

o amor nos reinventa a todo instante...nisso reside a sua beleza incessante...

estou de volta na Mulher na Janela...

dá uma passadinha por lá...

beijos...

Iara

poetaeusou . . . disse...

*
retira o ainda, saramar,
,
conchinhas
,
*

Jussara Gehrke disse...

amar sempre!

lindo Saramar!

beijos
Juju

Miguel Barroso disse...

na ausência transmigram-se sentimentos para lá da nossa compreensão

Marco disse...

Saramar, minha querida! Voc~e não toma jeito, né? Sempre deixando a gente com a boca aberta, os olhos molhados e o coração na mão. A frase final do seu poema é um primor! Desculpe a ausência, mas estou com pessoa da família doente e tenho que me esmerar em cuidados, você sabe, né? Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Mimi disse...

Saramar, por que você me fez chorar assim???
Eu ainda o amo, muito. Sempre vou amar. Tudo o que foi e tudo o que virá.

Obrigada por ser uma verdadeira poeta (no masculino, como Cecília Meireles também era chamada).


beijo e carinho

Mimi disse...

Saramar, deixa eu publicar esse seu poema de forma permanente no meu blog???
Posso???

aguardo uma resposta.

beijo