terça-feira, agosto 15, 2006

Não o amo mais

Eu queria dizer que não o amo mais.
Dizer que guardei suas lembranças
no baú dos perdidos amores.

Mas, em meu corpo, pedaços seus teimam, queimam, insistem nesta permanência vazia, nesta dilacerante ausência.

Eu preciso dizer que não o amo e me lançar de vez, no mar dos desamados, entre tempestades e calmarias abissais de dor e saudade.

Quero me desatar e deixá-lo finalmente
ir-se de mim e dos meus desejos.
Mas, meu amor, como apagar seu cheiro e esse langor que me toma
ao recordar seus beijos, arco de delícias em minha boca?

Imagem: Rodin

25 comentários:

DE PROPOSITO disse...

Não te amo mais. Palavras, palavras, isto de amar é um bocado utópico. Porque será que ninguém ama 'o pelintra', 'o falhado', 'aquele a quem vida não sorriu', o amar faz parte de uma técnica de bem agradar (a quem interessa agradar). E as paixões correm como rios para os galãs, para os endinheirados e sei lá que mais.
Não te amo mais. Claro que não, amar para quê, se a pessoa não tem qualquer interesse.
Fica bem.
Um beijinho para ti.
Manuel

eduardo disse...

Lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Márcia(clarinha) disse...

Enquanto sentir o gosto dos beijos na boca impossível dizer Não Amo Mais...
Doce Sara lindo dia,
beijosssssssssss

DO disse...

Realmente é muito dificil de esquecer isto...
Amei o post,Saramar.
Beijos

wander disse...

Como fugir de um amor distante se está dentro de nós?
Talvez nos enganarmos, dizendo eu ti amo mais uma vez e revelarmos o passado somente para nós no segredo das horas vazias...


Amei de coração suas palavras lá no OUTONO,me senti contente e confesso que meu dia nasceu com sol.
Um abraço minha amiga Saramar e que Deus te guie sempre nessa estrada sinuosa que é a vida.Até...

your disse...

phentermine nice :)

your disse...

phentermine nice :)

Bruna disse...

Impossível fugir ou negar o que está dentro de nós. Palavras vão embora com o vento... O que fica é o que está aqui (ou aí) dentro. Complicado, não?!?!

Beijinhos

Silvio Vasconcellos disse...

A mente e o corpo vivem sempre esse conflito: enquanto a razão tenta enganar o corpo esse, mais esperto, despeja na corrente sang´¨uìnea as lembranças do toque, dos prazeres e aí não adianta falar que deixou de amar.

Saramar, quanto ao soneto "pólos"... o forte é a mente fechada, protegida contra os sentimentos que uma pessoa bipolar utiliza-se para resguardar-se. Vive numa torre solitária, onde o sofrer e o regogízio vivem em luta permanente.

Bill disse...

Queria dizer... Mas só o dizer não adianta, o corpo fala mais alto, deixou em um uma marca que vez ou outra se destaca...
Queria dizer mais não digo...

Adorei... Sentido...
Quantas vezes pensamos isso... E nos calamos...

:*

Zé Carlos disse...

Sara querida, temos o direito e o dever de desejar tudo, mas: "as calmarias abissais de dor e saudade" é que nos quebram ao meio e nos reduzem a fracos incapazes...

Bjs do teu amigo

Moita disse...

E na minha boca também.

São lindas as suas reflexões poéticas, doce e amarga, sólida e fluida tímida e abundante como espuma em cachoeira. mesmo sólida ou petreia desliza facil nas nosas mentes.

trcentos cheiros

Marco Santos disse...

Não é fácil arrancar alguém da gente. Eu mesmo o sei. Cada amor que temos é uma tatuagem na alma. Algumas desbotam, outras teimam em queimar, arder fulgurantemente...
Não conseguimos arrancá-las impunemente.
Querida, seu texto é sublime...Me fez lembrar do tempo em que eu enfrentava os temporais... Hoje, vivo dias de bonança. Mas as tatuagens sempre ficam
Um beijo grande!

Poemas e Cotidiano disse...

Saramar querida:
Hoje fiquei tao feliz em ver voce no meu Blog. Sabe por que? Porque sei que quando voce vai, voce le mesmo, e sente tudo com seu coracao.
Obrigada minha amiga. Obrigada pelo presente da sua visita. Fiz uma reflexao hoje, e a postei. Quando puder va ler, fico feliz quando a vejo lah, viu?
E fiquei enternecida com o que voce escreveu. A saudade eh sempre tao dura, nao eh minha amiga? E o esquecimento eh taooooooo dificil!
Um beijo com amor, de quem admiria sua inteligencia e sensibilidade.
MARY

vera disse...

Querida Saramar:
Perdi temporariamente o meu romantismo... rsrs mas gostei muito de ler seu belo poema. Quando as eleições terminarem, se o Lula cair fora, voltarei a ser romântica. :-) Beijão

your disse...

phentermine nice :)

your disse...

phentermine nice :)

Blogue da Magui disse...

So com o tempo.Depois vira fumaca na memoria.

Dono do Bar disse...

Dolorosamente lindo o seu texto. Dói em concordar toda a verdade. Muitas vezes ficam tantas amarras que já não somos uma única pessoa.

Abraços.

DB.

Anônimo disse...

Acabo de visitar um blog muito interessante e deixo aqui um convite para você visitá-lo.
MINASBLOG - http://www.itvmg.org.br/minasblog.
O Minasblog trata de questões polêmicas sobre a disputa eleitoral para o governo de Minas Gerais. Apresenta artigos, entrevistas e comentários sobre os principais assuntos que a cobertura diária da mídia não quer ou não ousa comentar. Um espaço democrático, informativo e interativo. Vários blogueiros já estão inclusive linkando o Minasblog. Vale uma conferida.

MINASBLOG -> http://www.itvmg.org.br/minasblog

Conchita Machado disse...

Olá Saramar,
Amo sua forma de escrever.

Alegria sempre...
"...há tanto céu sobre nós!"

Seja sempre Bem-Vinda.
Beijo
com muito muito carinho
ConchitaMachado

O Sibarita disse...

Gostei sim e aqui vai um poema.

LUA NOVA

Oh, estrela da manhã, lua nova,
De signo câncer, findo o verão,
A vida se despe e nua se renova
Freneticamente varando o coração.

Discorro a vida em ti pela fresta
Dos versos sob o teu perfume
No beijo sutil da noite em festa
E estrelas piscando no azul anil.

Da saudade a minha paixão resguarda
O que sois para mim e no passo a passo
Sob o brilho do teu sol o amor aguarda
A lua cheia na ressaca da maré de março...

Eu me fui a todos os sonhos te encontrar
Na enseada luminosa de azuis e no desejo
Sobre brancas dunas alvas de areia do mar
O vento secava o teu corpo em sal e flamejo.

Eclodiu tua aurora nos fios da minha alma,
A noite reluziu a luz prata do luar que banhava
A musa distante na noite que o amor acalma
Para que sempre em luas novas renasçamos...

Poemas e Cotidiano disse...

Oi minha querida!
Vim aqui lhe desejar um lindo fim de semana e dizer que coloquei o link do seu blog no meu, assim fica facinho visitar voce sempre!
Adoro seu blog, sua energia, e sua docura.
Um beijo carinhoso
MARY

Santa disse...

Amor não tem lógica.Portanto...
Bjs

Poemas e Cotidiano disse...

Saramar querida: Vim lhe desejar um lindo fim de semana!
Um beijo
MARY