segunda-feira, novembro 12, 2007

Da loucura, a mais doce




O amor, quando existe não se cala
nem contém sua própria nudez.
Entrega-se de alma ao provável abismo
que adivinha e geme e grita
pela insensatez que se avizinha.

Aquele que dessa insânia vive,
não quer afastar de si, a loucura.

Quem o merece e tem de outro ser
essa oferenda, sabe bem
do que é morrer e vir novamente
beber nos olhos de quem se ama, o veneno,
o irresistível vinho que queima a pele
e a vida, em embriaguês e doçura.


Hoje, há um poema meu aqui .
Gostaria que lesse. Obrigada.

24 comentários:

luma disse...

Saramar,é isso mesmo! Quem ama não consegue guardar esse amor só para si. Boa semana! Beijus

Claudinha disse...

Adorei a imagem, a imagem poética, até roubei a gravura. Acho que é assim que se ama, ardentemente. Beijos!

Tina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tina disse...

Oi Saramar!

"...sabe bem do que é morrer e vir novamente beber nos olhos de quem se ama, o veneno,o irresistível vinho que queima a pele e a vida,. em embriaguês e doçura."...

Perfeita descrição da paixão a meu ver. Obrigada por verbalizar e dividir. Lindo, lindo...

beijos querida,

Edna Federico disse...

A gente quer ir embora, mas não consegue...é um vício contraditório, que vai do doce ao amargo rapidamente, né?
Beijo

Manoel Gonçalves disse...

Oi, Saramar. Adorei o poema. Amar é uma condição comum a todos, mas somente abraçada pelos verdadeiramente apaixonados pela vida, que sabem que têm a muito a ganhar com as experiências vividas, mas também têm ciência que podem encontrar obstáculos. Não há como adivinhar, não há como não passar por isso. Amar é viver e viver amando é uma benção, um sonho partilhado. E felizes são os que são convidados para tal banquete, pois alimentam não só os corpos, mas o espírito e seguem suas sagas sempre joviais.
Parabéns. Beijos.
Visite meu blog e veja os últimos posts, que são mais poéticos que os outros.
Abraços.
Manogon

elisabete do encanto disse...

Minha linda
Sempre me encantando!!
beijos mil!

Alice disse...

aahhhh o amor.... o doce e amargo amor, fonte de minha dor, que me enlaça em torpor, suave e venenoso amor,nunca me mata, mas me faz viver de amor...

bjusssssssssssssssss

O Árabe disse...

Bem colocado, Saramar: amar é morrer mil vezes... e continuar intensamente vivo! :)

Jota Effe Esse disse...

Passando para desejar uma doçura de bom feriadão. Meu beijo.

simone disse...

Oi amiga!

Quanta inspiração nesta sua pagina, li tambem o seu poema no bloguesuite fiquei com aquele gostinho de quero mais, a imagem tambem ficou otima. A proposito o filme a Lista de Schindler tambem e um dos que me emocionaram muito deixando uma grande lição de amor ao proximo.
Eu volto outras vezes.

Beijos!

Aninha Pontes disse...

O amor quando existe tem de ser gritado, mostrado vivido.
Fui lá ver seu poema.
Você escreve muito. Parabéns.
Beijos

carla granja disse...

olá minha querida ! o amor é a base para tudo nesta vida . fui ler o teu lindo poema e deixei comentario
♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥
......... ) ` - . .> ' `( ........
........ / . . . .`\ . . \ ............vim♥
. ....... |. . . . . |. . .| ...........te♥
.. ....... \ . . . ./ . ./ ..........fazer♥
........... `=(\ /.=` ...............uma♥
............. `-;`.-' ............ .visita♥
. .............. `)| ... , ............ e♥
................ || _.-'| ......... deixar♥
............. ,_|| \_,/ .............. uma♥
. ...... , ..... \|| .' ..............rosa♥
....... |\ |\ ,. ||/ .................para♥
. ... ,..\` | /|.,|Y\, ................que♥
..... '-...'-._..\||/ ............ ....seu♥
......... >_.-`Y| .....................dia♥
.............. ,_|| .................fique♥
................ \||.............perfumado♥
................. || .............♥
................. || .Bjs...♥
e bom fim de semana
carla granja

Lia Noronha disse...

Saramar: o maor quando chega não quer se calar...que linda poesia..amei!!
Bjus diretamente do meu Cotidiano.

Fernanda disse...

Saramar, a mim parece-me que "veneno" e "vinho que queima a pele" � paix�o; amor n�o mata, nem embriaga, amor d� vida e asas. Pelo menos � assim para mim...
Beijo!

Fernanda disse...

Que acontece por aqui com os acentos?! Da para entender, não da Saramar?

maria claudete disse...

claro, minha qerida, amor verdadeiro, tem que ser propalado aos "quatro ventos", nunca será egoista.Amei seu poema no BSB, e, obrigada pela sua visita.Bjs.

multiolhares disse...

com amor e paix�o d��a essa chama incandescente
beijinhos
luna

Renata disse...

É a loucura mais gostosa que existe!

bjos!!!!!

Poemas e Cotidiano disse...

Minha querida Saramar!
A loucura do AMOR ninguem entende...so entendemos pelos gestos, e pela propria loucura que ele causa...
Uma deliciosa loucura.
Um beijo querida
MARY

Doutroladodomar disse...

Não dá pra definir o amor..cada um sente a sua própria maneira, segundo experiências vividas ( mal vividas, inclusive )...Beijão!

Marilac disse...

Saramar,
Que lindo poema ,o amor é mesmo uma doce loucura...
E quem ama gosta de falar do amor, de amor para o amor!

Bjs
Marilac

Kristal disse...

Essa doce e maravilhosa loucura !

alessandra disse...

Delícia esse gosto doce da loucura, quando é o crepitar do desejo, a lucidez da palavra! Tua poesia é como fio de ouro, sedoso tecendo versos! Lindo, mesmo. Abraço, Ale