sábado, novembro 10, 2007

A fome, a fome do amor


O amor, esse enlaçar-se em outro sangue,
é lauta fantasia
e viver a pão e água,
que nunca é satisfeito o amor.
Ainda que viva vermelho,
é sedento,
é faminto.
Seus êxtases não se fartam.
Antes, nebulosos, abrem côncavos
para infinito refazer, sempre outro e mais.
O amor é voracidade.

Imagem: Dermot Oates

13 comentários:

Doutroladodomar disse...

Assino embaixo com ressalva: alguns sentem o amor ou têm coragem de vivê-lo dessa forma. Beijão!

Paulo disse...

"O amor � fogo que arde sem se ver"

Outro dia escrevi sobre o amor e a paix�o:

A paix�o � a chama dos amantes
O amor � a serenidade da maturidade
Na paix�o nada �... como era antes...
No amor tudo �... igual � felicidade

Um abra�o!

Claudinha disse...

Voraz, infinito enquanto dura, inexplicável e imprescindível... Lindo poema, como sempre! Beijos!

Anônimo disse...

Flauta,
O amor encanta...
Fome,
Mata de desejos...
Bjs.

maria claudete disse...

amor sem voracidade não existe , não é ,você bem o disse. Abraços.

Claudia Perotti disse...

Ah! o amorrrr ... um rubro e faminto amor...

Desenha-o tão lindamente!

Beijinhossss

Élcio disse...

Gostei de seu espaço e de seu jeito de escrever.
Voltarei mais vezes.
É isso ai.
Bjs e otima semana.

josé louro disse...

Obrigado pela sua visita.
Quanto ao Amor...é bom mas instável como uma chama.
Bjo e boa semana para ti tb.
Vamo-nos vendo, ok?

suruka disse...

Olá SARAMAR

Amor rubro nos deixa aqui você
minha " POETA " linda.

A fome que nos faz devorar sim.

bjs

Melissa disse...

Nossa! Vc escreve muito bem, adorei os textos.
Vim do blog DD e virei aqui mais vezes viu.
Bjos

Caulus disse...

Que fome, que sede! Lindo Saramar. Beijos

Yvonne disse...

Você disse tudo sobre o amor esse sentimento que nos faz viver tão intensamente. Beijocas

ery roberto disse...

Ao perder a voracidade, definha, morre. Sem o banquete repleto de fantasias o amor não se sustenta, eis que somente o pão e água da rotina o adoecem. // Prazer retornar aqui e ver outra prova inconteste do seu talento. Abração.