quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Amor



Gosto de falar de amor.
Mas, geralmente falo mais da dor de amar que do amor mesmo.
Se escrevesse bem, seria uma jornalista do amor. Só escrevo a dor.
O que é melhor em relação ao amor?
A dor que provoca ou a ausência dele?
Geralmente não sou romântica, porém prefiro sofrer de amor
a ficar sem amar, assim vazia, assim estéril.
Talvez por isso, minhas palavras sejam áridas e
minhas lágrimas sejam secas,
como alguém me disse hoje.

7 comentários:

Taia disse...

Numa boa, o melhor do amor é amar.
Quem sabe o futuro, se vai doer, se vai para sempre viver?
Quem sabe do futuro?
Eu prefiro só amar.
Sem dor, sem lágrimas.
essas, só de felicidades!
Um beijo grande.

Moita disse...

Lágrimas...
...salgadas.
Molhadas?
Não!
Secas.
Seca-as

Moita

cheiros
.

Silvio Vasconcellos disse...

Amor e dor andam juntas, talvez daí a rima. É como agonia e poesia, precisamos de todos os sentimentos com intensidade para melhor saborearmos suas vicissitudes.

Jôka P. disse...

" Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele em que o amor mútuo excede o amor que cada um precisa do outro. "

Dalai Lama

bj!
Jôka P.

bell disse...

lágrimas...
amor...
rs...
que coisa ms louca,acebi de postar e não queria passar em blog algum a não ser aqui...
e o que encontro....
palavras que lembram as minhas...

bjs pra ti Sara*

Santa disse...

O amor é uma loucura sensata, um fel que sufoca, uma doçura que
conserva.

Shakespeare.

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

As lágrimas secam, os olhos doem...

Beijos do *CC*