sábado, maio 20, 2006

Esperança

Daqui pra frente, tudo vai ser diferente, juro.
Irei sorrir todos os dias. Desmancharei as mágoas e esquecerei as dores. Prometo não me lembrar que há distâncias e desencontros. Minhas palavras serão cantos de amor para o meu amor. Prometo desvendar os sonhos e andar por trilhas de sol.
Esqueço, finalmente, as sombras e me deixo levar por claridades.
Alimento os sonhos e me alimento deles. Descobri que amar assim me basta. O que importa são esses vislumbres do que poderá ser, do que espero e de alguém que talvez esteja a me procurar. Algumas felicidades, orvalhos e estrelas em namoro por enormes madrugadas.
Enquanto espero, canto baixinho nas noites, acalanto para o meu amor e meus desejos acordados.
Descobri que amar assim me basta.

Imagem: Andre Boto

7 comentários:

Arlete disse...

Saramar,
Que beleza de blog. Você escreve deliciosamente.

Adorei em conhece-la dentro deste espaço.

Beijos.
Arlete

DO disse...

Ainda não atingi este estágio de evolução,SARAMAR,hehehe
Quem sabe um dia...
Otimo domingo a vc
Beijos!

Jonas Prochownik disse...

Saramar, que bom que vc. deu a volta por cima. Salve o AMOR! Tudo de bom e o que desejo pra vc. Bjs. do Jonas.

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi!

Beijos do *CC*

caiocito disse...

Que coisa, hein... Mefistus,Marguerite Yourcenar... não conhecia...

Ceci disse...

Saramar,
Beleza de texto, afirmativo, e com essa "Algumas felicidades, orvalhos e estrelas em namoro por enormes madrugadas" Belo, belo! Que as luzes da alma te conduzam ao Amor que te baste! Meu abraço e ótima semana.

Wilton disse...

Olá!
Muito bom o seu texto, querida Saramar. Precisamos ter a esperança, como perspectiva, melhor ainda, quando se espera que tudo seja diferente. Beijos.