terça-feira, maio 02, 2006

Eu amo


Sim, eu amo. De um jeito calmo e esperançoso.
Amo as pessoas e os bichos.
A fragilidade dos seres desperta o meu amor e quero todos em meu colo
ninando-os com canções suaves.
O pranto e a dor dos solitários despertam o meu amor.
Queria poder abraçá-los e sair por aí, de mãos dadas, rindo com eles.
Amo quem sofre por amor. Gostaria de povoar seu coração
de novos sonhos e cantar outras músicas que pudessem
livrá-lo da dor.
Gostaria de ser abrigo, porém sou frágil e só tenho olhares doloridos para os outros frágeis seres.
Há um poeta morrendo de amor e nada posso fazer, a não ser misturar minhas lágrimas com as dele.
Gostaria de ser uma fortaleza e sou apenas caco de telha, que dá mínimo abrigo.
Mas, mesmo assim, amo as pessoas e os bichos.

Imagem: Joadoor

14 comentários:

Caiozito disse...

A dor é necessária, dor algures o tempo todo. Quanto à solidão que pauta o teu blog. A solidão é o caminho da sabedoria, a dor são os obstáculos do caminho de um solitário. O diálogo entre duas pessoas é o primeiro conceito para alienação. E a solidão é a única verdade do homem.

Moita disse...

Sarita

A fortaleza levanta-se com a primeira pá de cal e é coberta com o primeiro caco de telha.

Estou melhor, mas explico melhor lá na Moita.

Falta-me tempo. O que não me falta é dor. Suportável.

beijos

DO disse...

Adoro vir aqui e te ler,SARAMAR.
Parabens!!
Otima semana
Beijos!

Jonas Prochownik disse...

Saramar, uma otima semana pra vc. Bjs. do Jonas.

Jôka P. disse...

A dor dos outros não provoca o meu amor.
Amo com um olhar de admiração e desejo.
Nunca por compaixão.

soslayo disse...

Saramar:

O mundo precisa de gente como tu, solidária e humanista é isso que depreendo das tuas palavras! Coração que sente está sempre presente! Um beijo minha amiga.

Rose disse...

Sarita do meu coração,

Desde que te conheci já sabia que amas assim, só ajudando e sem pedir nada em troca.
Também amamos você, e muito.


grande beijo

Leão disse...

Saramar
De volta das férias encontro este post lindo. Lindo como o amor que tem no seu coração. O amor que Deus quer que tenhamos. Vc é especial porque poucas pessoas são assim. Ainda bem que a temos como amiga e podemos compartilhar deste amor. Conte sempre com os seus amigos que lhe amam.
um beijo
Leão

cilene disse...

eu amo.....

cesar disse...

Adorei o texto e os sentimentos

Dra.Daniela Mann disse...

Querida amiga,
Hoje escrevi um poema! Não é o meu forte eu sei! Mas gostava muito da sua opinião uma vez que poesia é consigo!
Um grande abraço da Dani

Rubo Jünger Medina disse...

Lindo Saramar! Apesar de sentir que tem dentro de si apenas um ínfimo amor(sou apenas um caco de telha),ainda assim é capaz de amar incondicionalmente.
Abraços.

Taia disse...

Sabe o que mais me deixa emocionada?
Um velhinho ou velhinha.
Acho lindo frágil...
Me emociona muito mesmo, as vezes eu choro só de vê-los na rua, num restaurante um casalzinho...nossa.
Aí meu marido diz que eles brigaram meia hora antes de ir ao restaurante, que ela é cheia de manias horríveis, eu rio, mas meu coração fica com aquela emoção.

Vera Lúcia disse...

Os poetas sempre morrem de amor... :-) Bjs