quinta-feira, outubro 11, 2007

Compasso

Ando em lonjuras bem aqui dentro.
Erro o trejeito, desaprendo.
Passo da hora.
Ando no vento, aqui, lá,
bem lá, além.

É sina, ou o laço em
tornozelo de bailarina
que prende em cor, o passo?

O que sei, além deste alento
que ergue o chão, sem rede ou cerca
e do íntimo som de quem, como resposta,
só sabe da própria sede?

O que sei, além do som dos seus passos?

Imagem: Janet Treby

17 comentários:

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Magníficos versos:

"É sina, ou o laço em
tornozelo de bailarina
que prende em cor, o passo?"

Bem feitos, sonoros, gostei muito.
Beijo

Moura ao Luar disse...

Besitos

Mamanunes disse...

Saudade Saramar...
Amo sua poesia e penso você assim...maravilhosa.
Beijos querida
(:o)

Cadinho RoCo disse...

É sempre assim. Quando acordamos percebemos que sabemos muito pouco daquilo que gostaríamos de saber,
http://cadinhoroco.loginstyle.com

suruka disse...

E o som dos passos
em compasso binário, podem levar-nos a uma bela melodia.

Lindo. bj

Jota Effe Esse disse...

Sabes escrever lindos poemas. Beijos.

Marco disse...

Amiga Saramar,
Ontem estava justamente falando a uma pessoa que você está maduríssima para publicar. E que o Brasil e o mundo estão sendo privados do seu talento, o que é inadmissível. Poemas como este, são como itens de primeira necessidade para o espírito.
Bom feriado. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

cilene disse...

Feliz dia das criancas!

maria claudete disse...

sabe amar e fazer deste amor uma entrega absoluta, concordo com seu amigo, está na hora de publicar . Bjs. Claudete

ALF disse...

Num ritmo que embala cada respirar.
Nessa fragrância o sentimento aflora-se.

Belo poema.

Beijos

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi!
Gostei do poema.
Beijos do *CC*

Renata disse...

Vir aqui é alimentar meu coração!
bjos e bom fds!

Mar Arável disse...

Saber dos passos?

É saber muito.

Que não tropecem.

Betty disse...

Saramar querida
O passo em descompasso acompanhando outros passos... Será isso o amor?
Um beijinho
Betty

K. Moon Dongh disse...

Muitas vezes, é melhor não ficarmos sabendo de certas coisas. Fico com a poesia do som dos passos.

Beijos!

Anônimo disse...

Perfeito poema, querida!
Beijinhossss de boa semana!

Yvonne disse...

Minha querida, que pessoa maravilhosa você deve ser. Como pode ser tão linda e sensível assim? beijocas