quinta-feira, outubro 11, 2007

Compasso

Ando em lonjuras bem aqui dentro.
Erro o trejeito, desaprendo.
Passo da hora.
Ando no vento, aqui, lá,
bem lá, além.

É sina, ou o laço em
tornozelo de bailarina
que prende em cor, o passo?

O que sei, além deste alento
que ergue o chão, sem rede ou cerca
e do íntimo som de quem, como resposta,
só sabe da própria sede?

O que sei, além do som dos seus passos?

Imagem: Janet Treby

17 comentários:

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Magníficos versos:

"É sina, ou o laço em
tornozelo de bailarina
que prende em cor, o passo?"

Bem feitos, sonoros, gostei muito.
Beijo

Moura ao Luar disse...

Besitos

Mamanunes disse...

Saudade Saramar...
Amo sua poesia e penso você assim...maravilhosa.
Beijos querida
(:o)

Cadinho RoCo disse...

É sempre assim. Quando acordamos percebemos que sabemos muito pouco daquilo que gostaríamos de saber,
http://cadinhoroco.loginstyle.com

suruka disse...

E o som dos passos
em compasso binário, podem levar-nos a uma bela melodia.

Lindo. bj

Jota Effe Esse disse...

Sabes escrever lindos poemas. Beijos.

Marco disse...

Amiga Saramar,
Ontem estava justamente falando a uma pessoa que você está maduríssima para publicar. E que o Brasil e o mundo estão sendo privados do seu talento, o que é inadmissível. Poemas como este, são como itens de primeira necessidade para o espírito.
Bom feriado. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

cilene disse...

Feliz dia das criancas!

maria claudete disse...

sabe amar e fazer deste amor uma entrega absoluta, concordo com seu amigo, está na hora de publicar . Bjs. Claudete

ALF disse...

Num ritmo que embala cada respirar.
Nessa fragrância o sentimento aflora-se.

Belo poema.

Beijos

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Oi!
Gostei do poema.
Beijos do *CC*

Renata disse...

Vir aqui é alimentar meu coração!
bjos e bom fds!

Mar Arável disse...

Saber dos passos?

É saber muito.

Que não tropecem.

Betty disse...

Saramar querida
O passo em descompasso acompanhando outros passos... Será isso o amor?
Um beijinho
Betty

K. Moon Dongh disse...

Muitas vezes, é melhor não ficarmos sabendo de certas coisas. Fico com a poesia do som dos passos.

Beijos!

Claudia Perotti disse...

Perfeito poema, querida!
Beijinhossss de boa semana!

Yvonne disse...

Minha querida, que pessoa maravilhosa você deve ser. Como pode ser tão linda e sensível assim? beijocas