quinta-feira, junho 14, 2007

Devaneio (outro de tantos)


uns meninos brincando de se deslumbrar
pássaro ajeitando os filhos em seu invólucro
borboleta descobrindo o mundo que iria colorir
e as gotas da chuva pulando de flor em flor
um nó se desfazendo na garganta
e o laço, o delicado laço
verso, vida, vôo
uma vontade beijar
uns caprichos, essa vontade toda, ai.
tudo, o mundo todo
a estação e o chão tremendo
o mundo todo
tudo suspenso
um nascimento
era meu amado finalmente chegando.


Imagem: Di Cavalcanti

20 comentários:

Fernando Pinto disse...

pássaro ajeitando os filhos em seu invólucro
borboleta descobrindo o mundo que iria colorir
e as gotas da chuva pulando de flor em flor


Gostei muito destas tuas imagens...

Beijinhos,
Fernando Manuel

Claudia Perotti disse...

E quando chega ... ai ai

Bom final de semana1

Beijinhossss

A.S. disse...

A delicadeza do texto combina com a fragilidade das palavras... Lindo!!!


Um terno beijo!

Renata disse...

Devaneio é comigo mesmo, né..rs.rs..
Mas os seus são mais bonitos, definitivamente!!!

bom fds!!!

Dora disse...

Sensação do mundo "suspenso" é gostosa! É como um arrepio involuntário, vindo de fluidos invisíveis...E isso tudo está esparramado em seu "devaneio"...agora...
Beijos, linda!
Dora

Bill disse...

Uma chegada que faz o coração aplaudir...

Chegada muito esperada (=

Bom fim de semana dona moça.

:*

Dora disse...

Saramar...Esqueci de avisar. Seu prêmio de "tomates" está lá no meu blog. Vem buscar....
Beijos.
Dora

Angela Ursa disse...

Saramar, seu poema repleto de natureza me emocionou. Lindo!!
Beijos da Ursa :))

maria claudete disse...

"borboleta descobrindo o mundo que iria colorir", perfeito!
forma expressiva de revelar uma alma apaixonada se revelando ao encontro do amor. Amei. Claudete

ALF O Extasiado disse...

de maravilha única. As palavras inebriaram meu coração.

Lindo texto.

:)

beijos

Jota Effe Esse disse...

Pra causar tudo isso deve mesmo ser um bem amado.Beijos.

Leticia Gabian disse...

Tem dois carinhos pra ti lá no Som&Tom.
É de coração.


Adorei as palavras e a tela do Di.
Beijinhos

Edson Marques disse...

Adoro soltar borboletas...



abraços, flores, estrelas!

**C@tuli-> disse...

Ah.. nada como a chegada do amor!
Beijos

EMALMADA disse...

Abrindo janelas ao mundo para ver a miséria que vai por aí e descobrir o potencial que há m cada um de nós, para construir um mundo justo, fraterno e solidário, antiglobalização miserável.

Espirito da Lua disse...

Ola

Gostei muito ;)

Bj Lua

Fernando Palma disse...

Sentimento bom a ler...

Yvonne disse...

Muito lindo, como de hábito. Beijocas

Dalila disse...

=)

Ricardo Rayol disse...

Um belissimo texto minha gurua