sexta-feira, junho 22, 2007

Pedaços

Há um novo sol em mim,
(vem se aquecer)
assim como um jardim
e seus perfumados recônditos
(vem procurar).
Nem sou menina,
mas tenho brinquedos de imaginar
(vem sorrir).

meus fragmentos se espalham coloridos
pela casa, por papéis, flores, sobre os móveis.
É o sol abusado e a desimportância de quem me esfacelou.
Ainda que quebrada esteja,
os danos não são permanentes,
e não tenho arestas visíveis.
Então, nem irá sangrar as mãos,
se quiser, por acaso,
vir juntar meus cacos
(vem me abraçar).

Imagem: Ona

10 comentários:

Mar Arável disse...

COITADOS DOS QUE ABDICAM DE NAMORAR - TODA A VIDA - MESMO DEPOIS DE CASADOS.QUANDO O NAMORO ACABA - É PRECISO CONSTRUIR UMA NOVA ONDA- O MAR ESTÁ AÍ - NO VAI VAEM DAS MARÉS - INESGOTÁVEL

Nena disse...

Eu hoje sou uma inteira em dois corpos, Saramar...

Querendo um abraço amigo, te dou...
Qurendo mais que isso de outra pessoa, torço para que aconteça!

beijo muito carinhoso

(toda vez que vc visita meu blog eu me sinto honradíssima. De verdade)

teresamaremar disse...

Boa noite Saramar

Deixei umas palavras para ti no NasTintas

Um beijo

FreeTime disse...

Visita o blog que pode mudar a tua vida.

http://dimar71.blogspot.com

divulgue.

Anônimo disse...

Saramar às vezes me parece um cristal. Outras, uma rocha.
Quem ama sabe, não é?
Beijos para sábado e domingo.
Leila Jalul

Moita disse...

Belíssimo.

Meu estoque de elogios já acabou há tempos.

Uma duzia de cheiros

MIGUEL GIRASSOL disse...

muito belo.flores para ti

Marco disse...

Olha só... Não estou dizendo!
Olha só que coisa mais linda de se ler!
Ah, Saramar, você não existe. Você é um sonho bom que a gente tem.
Carpe Diem.

Rafaela Silva Santos disse...

É Saramar essa brincadeira de procurar e achar é bem interessante diante das palavras...gostei principalmente da parte "Nem sou menina,
mas tenho brinquedos de imaginar" poético e particularmente belo.Beijuuss

Edna Federico disse...

Simples e bonito, como deve ser!
Beijo