sábado, junho 23, 2007

Fábula



Ontem me disseram que todas as palavras de amor já foram ditas,
que não faz sentido repetir versos e canções com o mesmo tema,
que mesmo os amantes se cansam de tanto amor.
Sorri e me calei.
Não teria consolo para esta raposa diante da mais doce uva.

Depois fiquei a imaginar:
Será por isso que te amo em silêncio?

Imagem: Theresa Lucero

28 comentários:

CAntonio disse...

Saramar,

Amar em silêncio e poder, só em pensamento, dizer todas as outras milhares de palavras ainda não ditas.

Amar em silêncio e vivenciar, mesmo que em pensamento, tudo o que o amor ainda não nos proporcionou.

Taí, Saramar, gostei da idéia.

Bjusmilhões

Rosangela disse...

Na verdade Saramar querida, o amor se renova,a cada nova frase um novo sentido, um novo amor...
Beijos eum lindo final de domingo...

Mar Arável disse...

ADMITO QUE SIM

Nilson Barcelli disse...

A sua capacidade como escritora é inegável.
A sua escrita revela uma segurança pouco usual na net. Parabéns.
Boa semana, beijinhos.

Renata disse...

"Eu te amo calado, como quem ouve uma sinfonia..." Lembrei desta música...
bjos, querida!

alguém+ neste mar d gente disse...

oohh k blog tao giro :)

Nena disse...

Não sei que outro tema teria tanto para se dizer ou calar.
Melhor não existe!

Mas se você ama em silêncio, nem quero imaginar o barulho que faz aí dentro!

abraço, Saramar

Joana Dalila Santos disse...

Maybe

cilene disse...

Belos versos ..e melhor mesmo amar em silencio...obrigada por estå comigo nos momentos de tristeza..vc foi um de 3 pessoas...para vc ver como poucos valem a pena..inclusivo nem sei se devemos amar essas pessoas

Marco disse...

Ah, Saramar...
Sim, o Amor já foi cantado em prosa e versos, mas não como você o celebra! Às vezes fico com a impressão de que a gente só conhece de fato o amor DEPOIS que lê suas talentosas linhas.
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Claudia Perotti disse...

Amar em silêncio às vezes cansa!
Bonito seu texto, menina!


Beijinhossss

irneh disse...

O amor tem silêncios que dizem mais que mil palavras. Mas também tem momentos em que as palavras são fundamentais. O melhor é o equilíbrio entre as duas coisas...

maria claudete disse...

minha querida este é um dos meus melhores momentos, chegar aqui e "sorver" com prazer o que escreves, mas...o amor tem mil facetas, e o silencioso é maravilhoso, pois torna-se bastante criativo no nosso imaginário...

Moura ao Luar disse...

Em silêncio o amor tb é válido... mesmo que digam que não existe ;-)

Lino disse...

Realmente, achar que não há amor é um pouco como a história da raposa e das uvas.

Anônimo disse...

Que doçura!
Que palavras!

linda!

Elisabete cunha

Daniela Mann disse...

Querida amiga,
Acabo de oferecer um prémio a este blog.
Quando puder vá buscar que é mais que merecido.
Um abraço muito grande da Daniela.

tati sabino disse...

o amor pode cansar os ouvidos de alguns..mas nunca a alma!
bjos..
ótimo dia linda!

Rafaela Silva Santos disse...

É aquela coisa Saramar, o comum é tão comum mas não deixa de ser bonito, simplório e de fazer um coração feliz.Beijuuss

Ricardo Rayol disse...

Uma pergunta muito difícil... amar, sofrer, amarguras.. em silêncio são sempre comedidas, ou não?

Anne Baylor disse...

Puxa Saramar..
Que delícia de poema..
Que dúvida que consome né?
Mas o silêncio nem é tã silêncio assim..
Se observar bem, vai ver que os braços e mãos, olhos e cabelos, todos gritam de paixão quando aparece o objeto do amor...


BJs

=]

Janaina Staciarini disse...

Amar em silêncio é uma arte. Porque o que a gente quer é gritar o amor. Não é?

Edna Federico disse...

Às vezes um silêncio vale mais que mil palavras....frase meio clichê, mas verdadeira!

Moita disse...

Um silêncio
extravagantemente
eloqüente.

cheiros

Claudinha disse...

Se tudo foi dito, nem tudo foi sentido, porque cada amor é único. Você escreve como ninguém. Beijos!

A.S. disse...

Amar em silêncio revela insegurança! Um simples sorriso pode fazer com que soltes os cânticos do amor...


Um beijo!

Marco disse...

Saramar,
Eu sempre disse que o seu blog era uma maravilha. pois é. Agora surgiu a chance de eu escolê-lo como uma das 7 Maravilhas da Blogosfera. Veja lá no Antigas ternuras.
Carpe Diem.

suruka disse...

E de repente
bem em silêncio
fico a pensar no que escerves aqui.

????

bjs menina