quarta-feira, maio 02, 2007

O meu jeito de amar


"Erótica é a alma"
Adélia Prado


Já não repito cem vezes que o amo,
nem preciso de beijos de longa duração.
Falo do meu amor neste olhar cheio de luzes e desejos.
A você, entrego minhas mãos quentes ainda da última carícia, para que sejam seu alento e seu descanso.
Eu o amo em orações de proteger e afastar as possíveis dores diárias para que ande pelo mundo com passo de criança descuidada e feliz de tão amada.
Digo que o amo com outras vozes e palavras de amar das suas músicas
que escolho para afugentar seu cansaço.
Digo que o amo quando me jogo em seus braços e,
desfazendo a ausência, você chega e me olha
com jeito de menino e o aroma da distância.
Sinto que o amo (você sente também)
ao acolher seus sonhos e emprestar meu coração
para o acalanto que todo sonho novinho
necessita para sair e ser.
Afirmo o meu amor todos os dias
com o meu corpo cheiroso, minha alma rendida
e meus pés tocando os seus
em nosso adormecer de apaixonados.

Imagem: Klimt


19 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Os gestos, ah os gestos, que mesmo pequenos trazem grandes significados.. lindo.

Márcia(clarinha) disse...

Adélia poderosa Adélia!
lindos dias doce Saramar
beijossssssssss

Confúcio Costa disse...

Não é necessário repetir. Uma vez é a vez.

Abraço.

adelaide amorim disse...

Adélia sempre inspira a gente, não é mesmo? Ela sabe tudo da vida e do amor. E o poema está um céu de ternura. Beijo grande.

Fernando Pinto disse...

Amei a frase que encima o texto!

Beijinhos,
FMOP

Ursula disse...

LINDO!!!!!
Beijocas

mamanunes disse...

Pois é...Adélia Prado!!
"Não quero a faca nem o queijo. Eu quero é a fome."
Muito bommmmm!
beijos

ContorNUS disse...

maravilhosa sensação de encontrar palavras subtilmente tentilhadas.

Anônimo disse...

UAUUUUUUUUUUUUUUUU!
LINDO!

ELISABETE CUNHA

Flávio disse...

Há, realmente, muitos (e belos) jeitos de dizer que se ama! :)

Moita disse...

Lindo como de costume.

O quê houve com o blog Falares? Não o acho.

mil cheiros

Santa disse...

Também não consegui acessar o Fallares... Minha querida, prepare o coração com o post de hoje, lá em casa...

Muitos beijos!!

Renata disse...

Que a sua sexta seja tão agradável quanto ler estas lindas palavras...bjos!

Marco disse...

Saramar,
Eu nem vou falar de como os seus escritos me emocionam, me deixam em completo enlevo. Tenho repetido isto tantas vezes... Mas vou falar também para este belo, belíssimo poema: você é muito talentosa. E escreve direto de seu coração para o nosso coração. É impossível não se identificar com estas palavras e querer que elas sejam um pouco nossas para quem amamos.
Bom final de semana. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

rubo medina disse...

Lindo e emocionante, minha querida. Aliás, como tudo que você escreve...
Beijos.
http://napontadolapis.zip.net
http://dulcineia.blogspot.com

Claudinha disse...

Querida, este jeito de menino e o aroma da distância despertaram em mim o meu verdadeiro jeito de amar. Este seu poema me inspira, me cativa, me emociona! Lindo! Beijos!

Edson Marques disse...

Saramar,


Belíssimo texto!


Amar é (também) reconhecer afetuosamente o direito que o outro tem de fazer suas escolhas.


Abraços, flores, estrelas..




.

maria claudete disse...

será que existe outro jeito de amar mais cativante do que o seu? perfeito minha querida , feliz aquele amado por você! abraços.

dácio jaegger disse...

Pois é na sedimentação depois do balanço das águas que se enraiza o amor./Beijos