quarta-feira, agosto 29, 2007

Carrossel

Ando livre, ando livre
feito criança no carrossel.
Pedaços de azul me cobrem os olhos
e a alma, esquecida da escuridão,
pula pontes, para se deitar no verde
do mais proibido quintal
e seus frutos, que não provei, mas já sei
os mais doces do mundo.

Ando livre, ando leve
feito asa do meu anjo
que se deita em mim, tão breve
e leva entre os cabelos, meus medos
para espalhá-los lá longe.

Ando livre, ando livre
como cavalos soltos do carrossel
e, como eles, sonho, o mais avassalador
dos sonhos,
voar até o céu, que está bem ali
nos braços do meu amor.

Imagem: Marc Chagall

11 comentários:

Claudinha disse...

Olá querida! Eu sei o que é o céu nos braços do meu amor. Sei quando me deito em nuvens e vou encontrar estrelas com ele... Seu poema é lindo e tem imagens que eu vejo e não saberia descrever tão bem. Beijões!

Poemas e Cotidiano disse...

Minha querida Saramar:
Quando chego no seu Blog, logo o nome dele ja me deixa como olhando para fora de uma linda janela, com uma linda paisagem.
Ai vejo voce, com um vestido comprido, assim bem romantico, a colher flores, e a sentar na grama e escrever poesias.
Voce emana tanta feminilidade!

Seus versos estao tao lindos, e principalmente essa estrofe:

"Ando livre, ando leve
feito asa do meu anjo
que se deita em mim, tão breve
e leva entre os cabelos, meus medos
para espalhá-los lá longe"

"Leva entre os cabelos, meus medos..." Que frase magnifica.

Emocionei-me.
Um beijo querida
MARY

Yvonne disse...

Menina, livre como uma criança em carrossel é lindo demais. Beijocas e mais uma vez parabéns por tantas maravilhas.

Daniele disse...

Querida Saramar, poetisa dileta,

Está sua "andança" plena de leveza, de liberdade nos remete à esses sonhos..."voar até o céu, nos braços do meu amor".

Etério, sublime...

beijos,

Edna Federico disse...

Adoro carrossel!!!!!
É essa sensação que tenho mesmo, de liberdade.
Beijo

Joana Dalila Santos disse...

Voos de criança submersos de amor!

Mar Arável disse...

um dia havemos de ser crianças

encanto/elisabete disse...

Voltei minha fadinha das palavras maravilhosa!

suruka disse...

Reviver esse tempo
e de novo ser criança.

bj

Nena disse...

eu tenho um anjo...
caído e renascido...

é por isso que tudo que te leio é tão perto de mim?

Marilac disse...

Olá Saramar
Que poema mais encantador , vc transmite tão bem a sensação de alegria e liberdade propria da infancia..
"Ando livre feito criança no carrossel.."

Minhal alma ficou mais leve após ler esse poema.
Lindo esse quadro de Marc Chagall

Bjs

Marilac