sexta-feira, agosto 31, 2007

O que me dói


Não é seu adeus o que me dói.
Antes, a certeza súbita do que não mais terei e a saudade que já pressinto na ponta dos dedos, no dobrar dos dias que se fará em longa, inexorável noite.

O que me dói é o silêncio que tomará as paredes, de agora em diante duras, só tijolos e desbotadas tintas. Nelas, seu cheiro não mais será o aceso dos meus sentidos.

O silêncio, meu amor, é o muro que me cercará, pois que me dói qualquer música. Qualquer canto de passarinho me fará chorar.

O que dói em meus olhos não é esse mar incontido, prestes a arrebentar. São essas flores inúteis, de ilusório frescor, pois que já sentem em que água se molharão.

O que mais dói é o nunca mais e essa calmaria como se meus braços fossem de mortos e as asas que me deu fossem, agora, pedras que me impedem de voar.

(Seu adeus encheu de deserto meus olhos).

Imagem: Arthur Hacker

15 comentários:

Joana Dalila Santos disse...

Como consegues ter inspiraçao todos os dias?

Ricardo Rayol disse...

Minha gurua, anda com sua veia pulsante a todo vapor... adorei.

Alice disse...

amei teu blog !! tuas palavras são lindas e fazem mover as nossas almas !!
Parabens !
passa la no meu :
www.alicenopaisdopensamento.blogspot.com

www.tia-alice.blogspot.com

Edna Federico disse...

Menina...você escreve de um jeito que nos emudece!

" Seu adeus encheu de deserto meus olhos"

Que triste e verdadeira essa frase.
Beijo

Anne Baylor disse...

Anhnn..
Só suspiros..
esse adeus é cruel..
Transforma olhos chorosos em desertos e corações de pedra em rios de dor...

Beijos.
=]

Moura ao Luar disse...

Beijo sentido como as tuas palavras

Yvonne disse...

Que lindo. Beijocas

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Belo sentir através das palavras.
Beijão

pianomanga disse...

Olá Saramar,boa tarde.Outra pessoa,
dificilmente teria inspiração para
escrever coisas tão lindas,só uma cabeça prodiga em beleza sentimen
tal como a sua Saramar é capaz de
levar-nos aos píncaros de um subli-
me amor.Obrigado pela visita ao pi
ano,e fique certa que sempre que necessario, lembrar- me- ei de voce
querida amiga.Bjão e tenha um bom
fim de semana.

Renata disse...

Querida, vc tyem um jeito lindo de transformar sentimentos em palavras, parabéns!!!

bjos

Mari disse...

Oi,saramar
Chega a doer...
"Seu adeus encheu de deserto meus olhos" ..é demais!.
grande beijo

Angela Ursa disse...

Saramar, lindo esse texto apesar da tristeza. Beijos e carinho da Ursa

suruka disse...

Descreves muito bem a dor que sentimos,
quando á volta o que nos resta é Silencio.

Erika disse...

estou vindo.. seguindo seu rastro.. rsrs

beijos

Georgia disse...

Saramar, tudo bem com você?

Já secou as lágrimas dos seus olhos?

Primeira vez te visitando e que coisa linda é a sua alma.

Te desejo uma linda semana.

Abracos Georgia