quinta-feira, janeiro 19, 2006

Carências


Dia de tristeza.
A solidão é negra e inescapável.
Estou precisando de olhares interessados, de ombros fortes, de corações amenos, de lentas palavas, de mãos carinhosas.
Estou precisando de Elis como era ontem. O hoje é morte! Não o quero.


Imagem: Pablo Rivera

5 comentários:

LCMarques disse...

Minha querida, passei batido com a Elis mas vc postou magnificamente.
Vou ficar com "Como nossos pais" que me trazem belas e saudosas recordações.
Um beijo

Santa disse...

No atual contexto, Águas de Março, na voz de Elis teria efeito de punhal.
Bjs

Jôka P. disse...

Levanta esse astral, moça !
Pega um arzinho, abre as janelas.
Levanta da frente desse computador !
Muitos beijos pra você e pra Nilza !
:D
JÔKA P.

Jôka P. disse...

Aliás, pra Nilza mil beijos serão poucos...
Vai DEZ MIL !
10.000 beijos pra Nilza !
:)
JÔKA P.

Ney Alexandre disse...

Eita! POst que mexe com os brios de qq um! Nossa!