quarta-feira, janeiro 25, 2006

Músicas



Já me criticaram por colocar poesias e músicas aqui no Janelas.
Ah! mas há dias em que estou tão poética, romântica, sei lá,
que a poesia transborda lá do Falares e vem parar aqui.
Hoje estou feliz, desde cedo. Cantando umas coisinhas que gosto,
boba alegre, como geralmente sou.
Mas, há dias especialmente bons. Começam bons e o sol fica
mais lindo. Hoje é assim.
E, como eu poderia resistir a João Bosco?
Não resisto mesmo, nem quero.
Estava aqui ouvindo e resolvi colar a letra para cantar junto
essa maravilha de música.

Quando o Amor Acontece
João Bosco

Coração sem perdão, diga fale por mim
Quem roubou toda a minha alegria
O amor me pegou, me pegou pra valer
É que a dor do querer, muda o tempo e a maré
Vendaval sob o mar azul
Tantas vezes chorei, quase desesperei
E jurei nunca mais seus carinhos
Ninguém tira do amor, ninguém tira, pois é
Nem doutor nem pajé,
o que queima e seduz, enlouquece
O veneno da mulher
O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia, ilusão
O meu coração marcado tinha um nome tatuado que ainda doía,
cursava só a solidão
O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia,
esquece sim
Quem mandou chegar tão perto se era certo um outro engano coração cigano
Agora eu choro assim.

15 comentários:

Moita disse...

Agora eu choro assim.

Pra que chorar assim.
Como é assim?
É assim?

É melhor rir assim.
Gostei da sua alegria.
1 cheiro

Jôka P. disse...

Não gosto de letras de músicas em blogs.
Mas isso não tem a menor importância.
Bom ver você feliz cantarolando !
Bjs
JÔKA P.

Jôka P. disse...

E beijos muito especiais pra NILZA !!!

NILZAAAAAA !!!!!
BEIJOS !!!!

:D

Sérpico disse...

Muito bom seu post. Não nos abandone nunca!

Lata Mágica disse...

Saramar, estamos com novidades sobre os trabalhos do Lata Mágica.

O projeto Oficina da Prefeitura do Recife começou nesta quarta feira, estaremos dando aula no bairro da Torre, 30 alunos deficientes fisicos (cadeirantes), com 20 horas aula.

Já na cidade de Paulista, na associação de moradores de Arther Lungrem II, o predio não têm o minimo de condições para o trabalho, não têm agua e a luz é um gato que fizeram. Mas essas dificuldade nos deixa mais forte para percorrer os nossos objetivos.

Odilene&William

Vera disse...

Boa noite Saramar: esta música é uma poesia! Mas aquele teste do meu blog, eu não consegui fazer...Quando tiver um tempinho vai ver o meu sonho "tão real" que postei agora. Bjs

Moita disse...

Sarita

Hoje, até a imaginação parece haver desertado da minha cabeça.

Mas eu sei o motivo. Ressaca.

3 beijos.

Vinicius Factum disse...

Belo Blog... Vou ver o outro. Bjs!

Vinicius Factum disse...

Belo Blog... Vou ver o outro. Bjs!

Vinicius Factum disse...

Belo Blog... Vou ver o outro. Bjs!

Vinicius Factum disse...

Belo Blog... Vou ver o outro. Bjs!

Vinicius Factum disse...

Excelente!!! É uma bela viagem o seu Blog. Abs>

Moita disse...

Sarita

Passe na moita, se voce jà não conhecia. vai rir do post.

beijos

terragel disse...

SARA, eu acho ótimo tudo que vc escolhe para postar, porque eu te respeito como ser humano, mais principalmente como mulher. Acho que o blog reflete o sentimento de seu dono e não o que os leitores gostam. As pessoas que vão te visitar é porque gostão de apreciar o sentido de como vês a vida, identificam-se contigo, assim como eu.
Beijos Saramanianos.

Ritoca disse...

Saramar,

A gente nunca vai conseguir agradar à todos. Não esquenta, publica o que te faz feliz.

Beijocas,

Ritoca