quinta-feira, setembro 07, 2006

PÁTRIA

Meus queridos amigos, hoje é o dia da Pátria, o dia em que deveríamos comemorar nossa liberdade e independência. Eu não poderia deixar de dizer o que sinto, como sempre faço aqui.

Não há comemorações. O povo virou as costas para a idéia de Pátria e para o respeito aos seus símbolos e aos dias nacionais. Mas, o povo não é culpado. Isso é fruto da enorme descrença de todos diante da vergonha porque passamos atualmente. A vergonha de ver a pátria tomada pela corrupção e pelos corruptos.

Mas eu tenho esperança. Eu acredito que iremos mudar esse país.
Eu sei que, em breve, poderemos “ver contente a mãe gentil”.
Muito em breve, nossas vozes e mentes unidas cantarão que “já raiou a liberdade no horizonte do Brasil”.

Será logo, no dia seguinte àquele em que os vendilhões serão expulsos do templo sagrado que é a pátria brasileira.

Para isso, precisamos exercitar nossa consciência e abandonar o “temor servil”, escolhendo homens e mulheres preocupados com o país, como nossos representantes. Nós sabemos fazer isso e iremos fazer. Somos cidadãos honestos, por que, então, nossos representantes poderão ser o inverso?

Não podemos novamente aceitar o “astuto ardil da perfídia” de “ímpias falanges”.
Vamos voltar a ter orgulho da nossa Pátria.

P.S. Os itálicos são do Hino da Independência.

5 comentários:

cilene disse...

E isso vamos votar corretamente e fazer do Braisl um grande pais

Múcio Góes disse...

olá... vim agradecer, e o que vejo? uma janela aberta! belo visual, brisa leve batendo... e do Brasil, pátria que nos partiu, esperar mais? ate quando? espero. sou otimista. voto certo. acredito. amo. e sigo...

[]´s

Kristal disse...

Tenho muito orgulho da minha pátria.

Marco Santos disse...

Saramar, querida...
Brilhante o seu texto! Também espero o país levantar do berço esplêndido e descer a clava forte sobre quem lhe faz mal.
Beijo grande! A data do meu aniversário está no meu perfil, bem no topo do Antigas Ternuras.

Arauto da Ria disse...

Saramar: Hoje foi o dia de comorarem a V.Indepeñdência, em seu nome felecito todos os Brasileiros,apesar de ter mais de quinhentos anos este feito, demonstra ainda hoje, que os vossos antepassados, souberam ser corajosos e pioneiros,já pensou que grandes Países só há pouco tempo atingiram esse estatuto.
Senti-me tocado pelo seu post pois apesar da crise de valores que grassa por todo o Mundo,senti em si o orgulho da Pátria e o fervor de dias melhores,espero e anseio que eles estejam a chegar para a sentir feliz e "ver contente a mãe gentil",e ouvir neste pequeno retângulo milhões a cantar, "já raiou a liberdade no horizonte do BRASIL"
A sensibilidade com que escreve, sobre os variados temas fazem de si uma mulher maravilhosa e com apontamentos bem marcantes,de valor,inteligência,culta e com uma capacidade de amar, já pouco vista e cultivada.
Sobre o post que me enviou,eu é que tenho que agradecer e honrar-me com a sua visita.
Sou um simples mortal, que ainda não perdi os valores que me foram incutidos pelos meus Pais e por companheiros mais velhos, quando comecei a despontar para a juventude,já livre das amarras da ditadura que mal cheguei a sentir por ainda ser menino,mas já devidamente identificado com o valor da LIBERDADE.
Vou indo, pois já estou com um texto demasiado extenso.
Será pela vontade que tenho de receber um enorme de si para me deliciar a relê-lo como sempre faço nos seus blogs?!..
Durma com os anjos da Liberdade e da fraternidade, que não a largam.
Um Beijão.