quinta-feira, setembro 07, 2006

Quando o amor vier

Quando o amor vier, há de me encontrar já feliz pelo prenúncio de sua vinda.
Decerto, estarei plena de tantas vidas a sós que vivi à sua espera, com a certeza mágica das crianças.

Se acaso chegar ferido, darei meu colo e dos meus braços farei ninho. Mas, se vier afoito, darei meu sangue e o coração trêmulo dos apaixonados. Se quiser, gueixa; se insistir, deusa.

Tantas vezes ensaiei sua chegada!

Espero-o com a primavera em meus olhos e o calor do verão.
Espero-o na dança solitária do meu corpo que sempre começa ao imaginar o amor à minha porta.
Espero com carinhos há muito guardados, cálidos, indóceis.
Espero com festa e centelhas nos olhos.
Espero com todo o amor que guardo para quando ele vier.

Imagem: Pierre-Auguste Cot

10 comentários:

Poemas e Cotidiano disse...

Ah Saramar minha amiga! Por que nao moramos pertinho uma da outra, para podermos conversar de poesia?
Que ESPERA magnifica, onde voce coloca sua alma, e a ingenuidade de uma crianca! Que amor aberto, inteiro, puro, como voce, minha amiga que eu adoro!
Beijos com todo carinho, e um lindo dia.
MARY

Conchita Machado disse...

Saramar Amiga,

Alma, Beleza, Amor.......

Adoro suas Palavras...
seu Espaço!

Muito feliz fim de semana, desejo.

DoceBeijinho
ConchitaMachado

Dora disse...

Saramar. Você se esmera em poemas de "esperas"! E, sempre fala, sem se repetir, em maneiras e maneiras sutis sobre esse "aguardo" de um visitante! E a gente lê, com a emoção fazendo arrepios na pele...
Sabe que gosto. Já disse, não é?
Meu beijo.
Dora

Márcia(clarinha) disse...

Com todo esse amar ele chegará doce Saramar!
Lindo findi flor
beijossssssssss

happiness...moreorless disse...

com essas palavras lindas o amor chegará sem duvida*
gostei muito do Blog

um beijinho

Arauto da Ria disse...

Saramar:
Quando amor vier que lhe traga tudo tão lindo e sentido como as palavras que escreveu e sentiu. Você merece tudo isso e muito mais, lamentarei que um qualquer vá receber tanto e não o saiba merecer.
Tanto Mar nos separa e eu sinto que estou tão perto,pelas lindas coisas que escreve,pelo sentir, e pela afinidade de sentimentos.
Que cabecinha tambem estruturada que até de futebol fala como se o vivesse, como uma paixão enraízada e com conhecimentos tão claros.
Mas creia que apesar do meu gosto pelo futebol,prefiro que você não perca o seu tempo a falar-me dele.
Começa a ser um desporto demasiado
bafiento,para que uma pessoa como você lhe dê um instante de atenção.
Não me cansarei de ler os seus jornais se forem de assuntos que você domina e sente como respira.
Um beijo do ..."Tuga"

Arauto da Ria disse...

Saramar:
Perdoe-me o erro,na palavra TAMBEM
e eu deveria ter escrito TÃO BEM,o sono e a pressa é o que fazem.
Mais 1 bj.

mixtu disse...

quando o amor vier...

brincadeira:
vou-te mandar no próximo avião uma caixa cheia de amor... mas 1º tenho que saber onde vou comprar o amor... yayyaya, espero que não seja dispendioso...

beijos

DE PROPOSITO disse...

O amor, sempre o amor.
Fica bem.
Beijinhos.
Manuel

Marco Santos disse...

Quando o amor chegar, haverá de encontrar a mesa posta, a cama feita, a água quente para o banho.
Talvez ele chegue cansado, talvez chegue aceso. Mas como ele vier, te encontrará pronta, com a casa pronta, como coração posto, feito e quente.
Beijo procê, querida. Mais um golaço seu.