sábado, janeiro 13, 2007

Rimas

A Poeta chamou minha atenção com a bela música: “pra que rimar amor e dor?...”
Bem que tentei, Poeta.

No meu vasto dicionário de sonhos, busquei tantas palavras para construir outras rimas e fazer do meu amor um poema único, para encantar um único leitor e envolvê-lo em delícias e delírios.


Escrevi todos os versos do meu amor
colorido como olhos de criança.
Escrevi em letras grandes "Eu te amo",
rimando com beijos e esperança.
Em frases bobas de felicidade, acendi minhas luzes
para iluminar o meu amor
e me alimentar com seu brilho.

Desculpe, Poeta, minhas rimas são pobres
e agora só posso rimar "amor e dor".
A música abandonou meu caderno de poemas.
Nele só vejo as linhas azuis, limpas, nuas.
Aqui e ali, ao invés de rimas, lágrimas.

Imagem: Mose Bianchi

8 comentários:

Leticia Gabian disse...

Querida,
De tudo se tira algo de bom. A rima em questão é fonte de inspiração para quem escreve. E tens escrito tantas coisas, tão saídas do coração, que é impossível conter a emoção ao lermos as suas palavras. Mas, quero dizer que o contraponto também é inspirador. Por isso, desejo a volta da música ao teu caderno de poemas....e no lugar das lágrimas....doces sorrisos.
Agradeço muito pela menção à mim. Fiquei muito sensibilizada. Adorei!
Beijão

rubo medina disse...

Minha querida Saramar, rime amor com ardor (no bom sentido) e as lágrimas secarão por completo. Talvez o poeta tenha razão!
Beijos.

Nomadezz disse...

Lindo post.
Muito bom mencionar os internautas.
E a música!... Uma de minhas preferidas. E o poeta!... O maior. E a poetisa!...Minha amiga.
Vivamos então o amor e a dor.

ALF O Extasiado disse...

Ai vi rimas apaixonantes.
Belo post.
Amei.

bj
:)

Marco Santos disse...

Pois é, querida Saramar... No amor existem a dor e a delícia. Seria ótimo se pudéssemos rimá-lo só com flor, mas o "não-ter" rima com sofrer, com perder e aí não há outra rima para amor a não ser dor.
Eu estou feliz com a mulher que amo e que me ama também. Quisera disseminar esse amor para todas as pessoas... Inclusive pra você.
Beijos.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Amor...como falar dele sem pensar em felicidade,sem pensar em dor...acho difícil, mas não impossível.
E a arte nos coloca esse dom nas mãos...
Lindo!
Pérolas incandescentes de inspiração.
Eärwen

Poemas e Cotidiano disse...

Oi minha querida Saramar,
O amor e a dor estao de uma certa forma sempre caminhando juntos, nao eh assim?
Eh uma forma de tambem "aprender" com a dor, um pouco do "amor".
Isso ja deu musica sim, e tambem muitos poemas.
Lindo o seu!
Beijos minha amiga querida!
MARY

Anônimo disse...

Cara Saramar

Vim ver sua Homepage.
Excelente. Bom gosto. Muito bom passar por aqui.

Um abraço
EdimoGinot