sábado, outubro 08, 2005

Sábado

Hoje é dia de faxina. Já limpei a pele, já fiquei 30 minutos escovando os dentes e agora já posso ler o jornal (ai, ai). E, um vazio, uma vontade de não sei o que. Agora mesmo, mantive um diálogo imaginário com alguém. Não sei quem. Eu mesma, meu outro lado, aquele que ainda tem alguma sensatez, mas nenhum poder de convencimento. Foi um diálogo estranho e áspero. Eu e Mim, como disse um filósofo por aí, de cujo nome não me lembro. Eu, doida, Mim, normal. Eu, rindo de mim e Mim, ironizando. Loucuras.

Um comentário:

Nômade disse...

Nosso eco, hoje,

Graças a tecnologia,

Pode as vezes de várias formas voltar.

Confesso, o passado, como o futuro, estão sempre a me facinar.