quinta-feira, outubro 27, 2005

TRISTEZA, MUITA TRISTEZA

Por que sou tão carente assim? Não queria ser, não quero ser. Afasto todas as pessoas, assusto todo mundo com minha ânsia infinita por atenção, por uns momentos de atenção.Estrago tudo, quebro os copos, furo os discos, queimo o micro, sempre nessa busca de não sei o que. Arrasto-me em busca de atenção, por um elogio arrasto-me. E quando ele não vem, ou seja, sempre, quero me matar. Sou um nojo, ninguém me suporta. Todos já me deixaram, menos um. Há os meus amigos 300 amigos que não me conhecem. Mas, já estou conseguindo, aos poucos afastá-los. Logo, logo, não haverá mais nenhum.

7 comentários:

Jôka P. disse...

Eu estou aqui.
Não me morda, tá ?!
:)

Nômade disse...

Passam os trausentes,

Ficam os pensamentos da gente, só para um pouco rimar.

Amigos com o tempo começam a entender e agostar do que somos, só para não rimar.

Um dia lá frente, vc vai curtir a beleza dessa tristeza.

Eu vim de lá.

Anônimo disse...

Entendo sua tristeza....
Entendo sua dor....
Gostaria de nào saber, de não conhecer e de nào sentir.... mas entendo...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

entendo ok vc sente eu tb sou uma sem ninguem,no momento to aqui chorando sozinha,sem ninguem nem pra conversar

Anônimo disse...

Eu tbm sinto na pela essa tristeza... e td q eu queria era q DEus me levasse.

Anônimo disse...

O pior é tudo... e não esta feliz !!!