segunda-feira, outubro 24, 2005

Voltando


Nunca vi um blog tão abandonado. Ai, mas o outro não deixa. É política, política, política...vinte e quatro horas por dia. Agora, nem leio mais meus livros, só jornais e revistas e estudo filosofia. Ou melhor, leio. Porque mal tenho tempo para reflexões.
Criei outro blog. Sim, minha loucura se agravou sensivelmente. Mas, os poemas são tantos e tão lindos! Como não posso colocá-los todos no Flanar, vou deixando o meu repositório no outro bloguinho. E o deixo sempre aberto para ir lá e ler, nem que seja um verso.
Mas, meus dias na rede estão assim: ler os blogs dos meus amigos e comentar, ler os jornais, comentar novamente nos blogs, escrever no Escrevinhações, ler as mil mensagens de e-mail que recebo todos os dias, responder algumas, escrever no Escrevinhações, ler os comentários que deixaram nos dois blogs e recomeçar tudo. Acho que ficaria o dia todo nessa ciranda maravilhosa. Entretanto, o dever sempre chama.

Engraçado, eu ia falar das minhas fantasias e da vontade que estou de publicar esse blog. Falo sobre isso na próxima, que pode ser agora mesmo ou depois de amanhã.

A foto, novamente, não significa nada. Só beleza, beleza!!

Um comentário:

Nômade disse...

Voltando!

O que você diria de mim?

Vim de um futuro não tão distante, teria isso alguma vantagem sobre o passado?

Claro que não.

Nada que ali por acaso se quer aconteça, por certo haveria de escrito ter sido aqui está.

Coisas que nem mesmo quem escreve pode decifrar.