quarta-feira, julho 25, 2007

Acaba em mim, o inverno

Já sinto os ares de agosto
e seu prenúncio de primavera.
Já não sou mais borboleta, mas ainda carrego as cores armazenadas, do ano passado.
Dos perfumes que meu amor deixava aqui e ali, guardo resquícios, réstias da luz dos olhos dele, guardo os sonhos.
Pensar na primavera sempre me deixa eufórica como se o meu amor, finalmente abrisse os braços para me perfumar com seu cheiro, para eu me perder nele, abelha no pólen e casulo para que em mim, se aqueça.
Das andanças dos dias, das estações, das pausas, das vidas, sempre carrego a esperança das flores em seu eterno e prenhe retorno.

Imagem: Ona

6 comentários:

elisabete disse...

Você é a própria primavera...............

Claudia Perotti disse...

Concordo com a elisabete!
Colorida e perfumada demais da conta!!!!

Beijinhosssss

Ricardo Rayol disse...

Sonho com vc minha gurua, po aqui está frio pacas.

Daniela Mann disse...

E depois há os amores de verão que são sempre um perigo!!! eh eh eh

PS: Sim estou à espera de bebé e desejosa de saber se é menino ou menina!

Beijinhos querida

Edna Federico disse...

Também adoro primavera...me sinto mais feliz, mais bonita, com mais vida!
Beijo

Ursula disse...

Q coisa mais linda!!
Beijos