segunda-feira, julho 09, 2007

VINICIUS


"Um dia, o maestro Antônio Carlos Jobim, atônito com a inconstância amorosa de seu parceiro, perguntou ao poeta Vinicius de Moraes: 'Afinal, poetinha, quantas vezes você vai se casar?' Vinicius (...) num dos seus improvisos de sabedoria, respondeu: 'Quantas forem necessárias'. O maestro não devia estar assim espantado. A inconstância foi um defeito que Vinicius transformou em suprema qualidade. Um erro feliz. Ela não tomava conta apenas de sua vida amorosa, mas dava o tom de sua realação com o mundo. Talvez nem fosse inconstância. Era, seguramente, um atributo que não devia ser confundido com a leviandade, com infidelidade ou fraqueza de caráter. Vinicius foi um homem sem limites, que não admitiu poupar a vida como se ela fosse um estoque limitado e frugal de emoções, que não permitiu que a avareza triunfasse sobre a generosidade. Tornou-se, com os anos, um homem abundante, que não tinha nenhum respeito por sentimentos melindrados como o medo, o comedimento ou a mesquinhez.
(José Castello, em Livro de Letras, Vinicius de Moraes)

Há vinte e sete anos, cancelei minha festa e chorava na sala de aula a morte do Poetinha, do amante de todas as mulheres, do genial artífice dos mais lindos versos de amor, das belas músicas e, acima de tudo, do homem livre, libertador que foi Vinicius de Moraes. Ele tinha que morrer? E ainda mais no dia do meu aniversário?


TERNURA
Vinicius de Moraes
Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentado
Pela graça indizível dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras dos véus da alma...
É um sossego, uma unção, um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta, muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite encontrem sem fatalidade
o olhar extático da aurora.

16 comentários:

Yvonne disse...

PARABÉNS PELO DIA DE HOJE!!!!! A Luma já falou que hoje é o seu aniversário. Um viva para você. Saúde, paz, amor, felicidade, amigos e muito dinheiro. Beijocas

Ricardo Rayol disse...

Meus parabéns minha gurua, que sejamos todos eternos enquanto duremos.

luma disse...

Pois tem dois motivos para comemorar então!! Comemore o seu aniversário e todo o relicário de Vinícius!
Parabéns, florzinha!! Felicidades mil! Sempre, sempre!!
Beijus, Luma

Edna Federico disse...

Parabéns para você!!!!! Muita sáude, felicidade e sucesso.
Pessoas como Vinícius fazem muita falta no mundo. A forma como ele expressa o amor, o sentimento, é único.
Mas, pessoas assim não morrem, né...ficam pra sempre no mundo através de suas obras.
Beijos

Mário disse...

Maravilhoso post, Saramar. Ainda bem que tirei umas horas de férias das férias e passei aqui. Abraços, Mário.

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Você tinha dito que falaria dele. Procurei no Falares, no Escrevinhações, achei! Ficou linda a postagem. O poetinha merece.
Beijão

Fernando Palma disse...

Passei para deixar também meus parabéns.

Felicidades!

Uma ótima semana..;

Pata Irada disse...

Querida Saramar

Desejar toda a felicidade desse mundo é muito pouco, então...
te desejo toda a felicidade desse universo.

Recordar Vinícius no teu dia não é triste, é lindo e não nos faz lembrar a sua morte, porque ele é imortal.

Parabéns e
um beijão da pata que te admira demais.

Cadê o livro?

Renata disse...

Querida parabéns!!!! Muitas felicidades...de coração!!! Que Deus traga logo aquela encomenda especial que vc bem sabe qual...e sempre muito amor, muita saúde e paz na sua vida!!!!
Gosto MUITO de vc!
bjos e lindo post, hein!

Lino disse...

Saramar:
Ótima lembrança sobre o Vinícius e que ela sirva, também, para homenageá-la, marcando uma data que é importante nos dois sentidos.
Parabéns. Muitos anos de vida. Paz, saúde e prosperidade.

suruka disse...

Obrigado
por teres trazido á lembrança de todos
VINICIUS 8 o poetinha ) como carinhosamente lhe chamas.
" grande POETA "

Triste sim. ter alterado tua festa de aniversário.

Se este dia 9 Julho é o dia da morte do poeta.( que ue não sei ) Estás então de parabens.
Se for o caso. muitos anos de vida para TI.

Beijos

Anne Baylor disse...

Saramar..
preciosa..

É para que seu dia seja imortalizado com poesia e música..
Sempre.

Bjus

=]

tati sabino disse...

Parabéns linda!!
bjoss

Claudia Perotti disse...

Querida,

Parabéns! Desculpe-me do atraso!
adoro esse poeta!

Beijinhosss

Marco disse...

Antes da mais nada, amiga saramar: PARABÉNS! Feliz aniversário!
O Poetinha se encantou no dia do seu aniversário, dizendo: "Pega daí, Saramar. Agora é contigo. deixo contigo a minha inspirtação!'. E se foi.
Carpe Diem.

Gena Maria disse...

Obrigada Saramar pela sua gentil visita, gostei muito!
Que lindo seu espaço, virei mais vezes!
Bjão pra vc!
Gena