segunda-feira, julho 16, 2007

Amo você

Amo você sem pensar na imposibilidade de saber dos rumos que procura e de quanto desencontro há entre os meus e os seus caminhos. Não me importa o muro, o mar, as milhas ou meu mundo vazio do seu.
Encarcerada neste amor, persigo devaneios mesmo quando já vai alto o sol.

Muitas vezes, qual criança, fecho os olhos e peço a algum dos mil deuses do amor que virem os pólos do mundo e os seus olhos para mim. E nessa prece, uma esperança se abre maior ainda que tudo que espero. Como se fora criança, acredito que, amanhã, se saberá também envolto nesta loucura.

Amo você e, se fosse capaz de belezas, escreveria,
em folhas coloridas de paixão,
o mais imenso poema de amor e entrega a você, meu amor,
que nada sabe de ontens, de noites ou de sonhos sem amanhã.

Imagem: Sinclair

20 comentários:

mamanunes disse...

Olá Saramar!
Estou passando para oxigenar a alma.
Beijos

DE-PROPOSITO disse...

O soletrar do verbo amar, no presente do indicativo:
Eu amo-te
Tu amas
Ele ama
......
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

Joana Dalila Santos disse...

=)

guto leite disse...

Lindo muito lindo ... alias como tudo que vem de vc ... um beijo grande meu na minha querida poetinha goianiense ... já te disse hoje que te gosto muito

Leonardo disse...

Também te amo..rs..

Daniela Mann disse...

A beleza da paixão reside mesmo nessa entrega tão despreocupada e por vezes perigosa!!!
Beijinhos

Edson Marques disse...

E parece que os mil deuses do Amor te obedecem... rs!


LIndo poema!





Abraços, flores, estrelas..

Claudinha disse...

Se fosse capaz escreveria??? Mas acaba de fazê-lo, traduzindo este amor em criança, esperança, folhas coloridas... Ah, você é demais!
Beijos!

Edna Federico disse...

Dá vontade de emoldurar, colocar na parede e ficar lendo, lendo, lendo...

Márcia(clarinha) disse...

Esse amar já basta e nada mais será escrito que já não tenha sentido...
beleza doce Saramar
beijos

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Seria repetitivo ficar falando só da qualidade da poesia. Aproveito para salientar o bom gosto com que você sempre emoldura suas palavras. Belas imagens!
Beijão

Yvonne disse...

Amar alguém é muito bom. Beijocas

Renata disse...

querida, vc fala de amor como poucos... fico imaginando como pode ter tanta inspiração...
Belíssimo, como sempre!
bjos

Rosangela disse...

E eu sonho, e eu suspiro...
Viajo...Margulho...
Faço festa...Sou tomada por emoções...
Ah Saramar...seus textos...
Ah Saramar...O amor...

Beijos minha querida....

Claudia Perotti disse...

"Muitas vezes, qual criança, fecho os olhos e peço a algum dos mil deuses do amor que virem os pólos do mundo e os seus olhos para mim."

não canso de fazer isso! lindo!

beijinhos

Anônimo disse...

Ai, Saramar..!
Quem não gostaria de sentir que este poema era para SI.
Divinal, é uma pena...
um beijo
miguel.

Nena disse...

eu te amo, Saramar!

Teu blog é que me faz um bem incontestável!

uff, vc arranca as palavras do meu coração, rearranja elas em forma de poesia.
Sim, poesia pura...
e vc bem sabe a diferença de poema e poesia, não?


beijo forte

Sueli disse...

Saramar, apaixono-me por tudo que você escreve, principalmente quando fala por mim ... Beijo!

Marco disse...

Quem ama assim traz o prazer e o sofrimento, a dor e a delícia dentro de si. Você sempre excedendo...
Carpe Diem.

Daiana disse...

Saramar...
Amas alguem poetiza??
como falas bem de algo tão complicado???

Lindo teu poema...
palavras simples...ideias simples..
complexidade tremenda!

Consegues falar sobre amor de uma forma muito tocante..
Quem amas deve sentir-se muito orgulhoso e apaixonado!

meu email é dianatmello@yahoo.com.br

se por acaso não estiver muito ocupada, podes escrever-me?