segunda-feira, outubro 16, 2006

Comparo-te ao mar

Comparo-te ao mar por tua constância,
Comparo-te ao mar por voltares sempre
e tomar minhas restingas.
Comparo-te ao mar por tragares os medos.
Comparo-te ao mar por tornares sal
o antes insosso.
Comparo-te ao mar, amor,
por me envolveres irremediavelmente,
ilha reencontrada
em teus carinhos avassaladores.
Comparo-te ao mar e seus segredos,
seus claro-escuros a me desafiar.
Comparo-te ao mar porque me perco em tuas cálidas marés
a me arrastar como flor em busca de luz.
O mar, o mar e tuas líquidas mãos,
e eu à deriva mergulhada em teus desejos.
Comparo-te ao mar por seres sempre começo.

15 comentários:

o alquimista disse...

Comparo-te às ondas de transparente azul, porque é assim que sinto o teu bonito coração...!

Doce beijo

disse...

dizem que o único espelho que o mar pode se ver é o céu ... se comparas ao mar .. é de uma imensidão ...

Defensor, O Maldito disse...

...bonito, muito bonito. Parabéns pelo bom gosto. Voltarei mais vezes
Abraços

Louco de Lisboa disse...

O Mar, nele percorremos o universo de nós...

Kiss, até outro instante

Dreamer disse...

e como mar, também os amores têm suas esrtelas escondidas e conchas de enfeite. sao ondas jogadas ao léu em busca hora da praia, hora de si mesmas.
beijo

Anônimo disse...

Meu bem,aqui sinto-me em nossa casa e tudo o que escreves provoca em mim a sensação de posse.
Aqui começou a nossa linda história.
Aqui é o nosso canto e sempre que angustiado, venho-me banhar neste mar de palavras,que são nossas.
Aqui arejo e reconforto-me.
Aqui, cada vez que venho deixo sempre mais um bocadinho de amor.
A imensidão do seu mar é o meu mar.
Um beijo.
Miguel

Anônimo disse...

Que lindo que é esse mar! Esse mar que te acolhe o corpo e a alma!

Tu és fantástica!

Beijinhos.

Loba disse...

Perfeita a escolha do mar como elemento de comparação! Só por isso já se percebe a imensidão do amor, né? rs...
Muito lindo, sensível e profundo!
beijocas

Márcia(clarinha) disse...

O mar é renovação, é vida, é mobilidade, é beleza como esse amor que comparas...
Lindo dia doce Saramar
beijosssssssssss

marconi leal disse...

Sensacional, Saramar. Nossa, muito bonito! Bato palmas de pé.

Zeca disse...

Homenagem à Poeta Saramar


A constância do mar, indo e voltando,
tragando medos, tornando sal o insosso,
envolvendo irremediavelmente,
com seu carinho avassalador,
a ilha reencontrada, sempre procurada,
depositando em seus claro-escuros
todos os segredos de suas cálidas marés,
pode ser sempre o começo dos desejos
da flor que parte em busca da luz,
à deriva, mergulhada em doces desejos.


Beijos, saudades.

Angela Ursa disse...

Saramar, lindos textos!! Beijos da Ursa :))

Anônimo disse...

E no mar,
Sempre foste iluminada,
Com conduta e saber,
Mesmo contra as ondas salgadas.

Um beijão

OPaulo

Marco Santos disse...

E eu te comparo à rocha sobre o mar. Ele vem te fazer carinhos e você está lá para ser acariciada e para amenizar sua salinidade.
Beijos procê, poetisa.

coelho disse...

M A R A V I L H O S O!!!!
Esse " O mar " é o masculino de "amar". Lindíssímo.