sábado, outubro 14, 2006

Nua


Se o tempo é curto ou longo, não me importa.
Hoje resolvi ser feliz, em horas ou meses, por minutos ou dias.
Preparei meu banho de rosas e fiquei pétala, entre outras.
Fiquei por um tempo perfumada; fiquei para sempre macia.
Vesti-me de amarelo com flores abertas, vermelhas
e o espelho me disse, linda!
Por algum tempo, escandalosa, feliz; por muitos meses, colorida.
Nua, nua, disponho-me à entrega. Por um dia, para sempre?
O tempo não me mede, o tempo não me impede de ser sua.

Imagem: Ana Maria Russo

18 comentários:

seth disse...

Mais bonito ainda que o outro post! E feliz....

Anônimo disse...

Meu bem, estou sem correio eletronico desde ontem,deve imaginar como tem sido a minha vida,sem poder falar com a minha amada.Roído de saúdades,mas a transbordar de amor e a pensar como resolver o problema no fim de semana, vai ser díficil.
O seu poema é simplesmente seu.
Eu queria tanto que fosse nosso.
Um beijo
Miguel

marconi leal disse...

Mais uma vez, soberbo!

Nomadez disse...

O amar que já não conheço. Concordo, faz a alma se alegrar.

O tempo passa afora de nossas aspirações.

Deixai a febre consumir o corpo, é chama que purifica a alma.

Marco Santos disse...

Saramar, minha querida... O que a gente pode dizer de um texto assim? Que é belo? É pouco. Que nos comove? Não basta. Digo apenas que ele ajudou o meu dia a ser mais bonito.
Beijos procê.
(P.S. Meu nome não tem "S". É MARCO, no singular)

Anônimo disse...

Só nos mesmos é que somos nosso próprio impedimento... mas às vezes não funciona e partimos soltas e escandalosas!

(OBRIGADA PELA VISITA .. VOLTE SEMPRE!)

Anônimo disse...

Que lindo!
Tão suave, tão delicado, tão belo!
És sem dúvida uma bela rosa!

A tua forma de escrever é deslumbrante.
Adoro ler-te!

Beijinhos.

Léo Scartezzine disse...

Olá minha amiga. Seu cantinho está sensível e muito bonito. Um abraço do léo

Zé Carlos disse...

Sara querida
Lindoooo, muito lindo poema...
Um maravilhoso domingo para ti... bjs do ZC**

Anônimo disse...

Saramar:
Venho novamente aqui para dizer que estou vivo e aguardo um sinal seu.
Um beijo

Anônimo disse...

Mulher triste e ferida
Com as agruras da vida
Sonha com as partidas
E receia voltar..

Não esquece vidas vividas
e recusa-se a amar.
Mulher doce terna e olhar triste
recalcada com passado de dor
evita o abrir da sua flor.

Vive ou vegeta!Agarrada ao fruto
que foi gerado com amor.
Esquece que o sol existe
e que em si o amor persiste.

Trigueira como uma cigana
de amores perdidos e vazios
um dia verá quem a ama.
Mulher doce e ardente
subterrada no abismo.
Irá desabrochar desabridamente
com os abalos de um cismo
que lhe mostrarão num sol cadente
alguém que perdido mas consciente
a ama como ela deseja,
tanto e tão serenamente
Um beijo do Miguel

cilene disse...

o tempo nunca e curta para ser feliz..porque ser feliz e questao de tempo

Márcia(clarinha) disse...

Que essa felicidade estenda um tempo curto e preencha um longo tempo..
Linda semana doce Saramar
beijossssssssssss

Jôka P. disse...

Um beijo carinhoso em você nua.
(nem acredito que escrevi isso...)
:)

bell disse...

vim matar minha saudade de você.
eu sumo, mas sempre apareço.

á uma musa inspiradora,
meu bjo.

O Sibarita disse...

Mais uma bela poesia saída do fundo da alma, do coração... O amor é isso, aquilo...

Bjs.
O Sibarita

Anônimo disse...

Ontem,
Como hoje,
amanhã como smpre,
gostava de amar assim,
eternamente.

OPaulo

Kristal disse...

Um dia vou ter um décimo de seu talento de escritora, Saramar !
Beijo
Kristal