quinta-feira, outubro 19, 2006

Sinfonia



"E me indicaste o mar, com que navio"
Chico Buarque



Quando estava sozinha e apagada, pés pesados trilhando sempre os mesmos e cansados caminhos, com olhos cegos para minhas circunstâncias e exausta de tantas ilusões e desapegos, você chegou em devaneios, com "se", em mim, em fábulas de princesas e príncipes, desconhecendo os perigos e a escuridão. Roubou-me das estradas vazias, da desolação dos caminhos sem destino e me despertou dos sonhos cinzentos. Mestre dos mais variados carinhos, ensinou-me a vida. Há vida, finalmente. Em fá, em sol, lá e aí e aqui.

15 comentários:

DO disse...

Por aqui ainda ando procurando a vida,SARAMAR...
beijos!!

Anônimo disse...

Por vezes, escreves coisas que eu sinto. Mas consegues fazê-lo de uma forma profundamente sensível, com palavras milimetricamente bem escolhidas.

Tu tens um dom sem dúvida!

Lindo! Encantador!

É tão bom quando, nos nossos caminhos, temos a sorte de nos cruzar com aquela pessoa especial que faz despertar a vontade de viver!

Essa é a mais perfeita melodia!

Beijinhos.

Anônimo disse...

SARAMAR:
Ex-me, sonhando, sonhando os teus sonhos,sofrendo e amando o reviver
de uma angustia de quem sonha...
viver.

Beijão
OPaulo

DE PROPOSITO disse...

Um texto bonito. Não sei porquê, lembrou-me a escrita de José de Alencar. Talvez me tivesse lembrado da Cecília.
E fica um beijinho (daqueles que estão nas nuvens).
Fica bem.
Manuel

Blogue da Magui disse...

Que coisa boa.Aproveite bem o momento.

Machado de Carlos disse...

Um dia ela veio. (Não sei se era ela). Foi-se!

Claudia Perotti disse...

Estava com saudades das tuas letrinhas. Atualizei-me!

Pintei a tela. Chama-se "Duas borboletas". Está aqui: http://artecoresentimento.blogspot.com

Beijinhosssssss

Jonas Prochownik disse...

Saramar, bela e sensivel Sinfonia. bjs. e bom fimde do amigo Jonas.

manoel donini disse...

Em Lá, em Si, em Dó, em Ré , em Mim. Assim a musica vai manifestando os diversos afetos da nossa alma, através dos sons.
Bonita ate, bom gosto.
Parabens e abraços.

Marco Santos disse...

Pois é, querida Saramar.
Andava eu assim, também com pés pesados e aí encontrei alguém que me colocou asas nos calcanhares, qual fosse eu um Hermes. E me faz voara bem alto quando diz que me ama também.
Beijos procê. Bom final de semana.

baratas disse...

Piada do diabo, que promete uma vida cheia de luxúrias e prazeres ao novato pretendente se este escolher o inferno, em vez da apática tranquilidade dos céus, para viver seus eternos anos espirituais. Este, ao chegar ao inferno, após acreditar nas sedutoras promessas do diabo, encontra um inferno caótico, o que não poderia ser diferente, no qual, deveria realizar indefinidamente, tarefas extremamente humilhantes. Estranhando o cenário completamente contraditório com o que lhe tinha sido prometido, pergunta ao diabo: aquele inferno "maravilhoso" que me prometeste, onde está? Aquilo tudo lhe fora prometido enquanto eu estava em campanha, respondeu-lhe o diabo. Agora, você já me elegeu!
P.S.: Qualquer semelhança no Brasil, não é, mera coincidência.
___________________________
Abraços,
www.baratas.tk

p@tit@ disse...

Saramar querida
Lindo e intenso, como sempre.
É incrível como transmites coisas que sentimos. Às vezes me faz mergulhar num oceano de recordações.
Te desejo um belíssimo fim de semana.
Um beijo.

Um Poema disse...

Há vida, sim. E toda ela é sinfonia, ainda que, às vezes, fora de tom. Gostei.
Um abraço

**C@tuli-> disse...

Com certeza seus textos estão abrindo novas janelas para mim... de pura sensibilidade!
Abraços

disse...

desconheço o perigo ...mas de vez em quando não vejo a escuridão ...