quarta-feira, outubro 11, 2006

Este amor


Viver este amor é ser duas pessoas com incertezas, mistérios e enleios.
É viver caindo em nuvens e indo e vindo em trapézios.
Por este amor, reviravolto-me.
Ah! quem dera fosse em seus braços.

Mas, como o poeta,

"agora espero, agora desconfio, agora desvario, agora acerto".

É isso, o amor. É assim o meu amor. Pêndulo.

Nascendo ao dia começam os tormentos da saudade e da espera. Penso que não vem, que nunca virá mas espero. Espero o dia passar e deliro, pura primavera e flor aberta ao seu amor.

Tantos dias incertos e o mundo opaco e as noites sombrias.

Se, enfim você chega, a madrugada rouba o sol e, fingindo-se manhã, queima-me e inunda o dia.

Imagem: Durwood Zedd

14 comentários:

Anônimo disse...

Meu bem,nem imagina como compreendo as suas incertezas, a mim estas assolam-me em todos os momentos.Vivo pensando no amanhã, que nunca o é. Mas o dia vai chegar
e esse será o nosso dia.
Eu creio que você é um ser que consegue arrebatar meus pensamentos e escrevê-los tão deliciosamente.
Um beijo
Miguel

Moita disse...

“É isso, o amor. É assim o
meu amor. Pêndulo.
.........................
Se, enfim você chega, a
madrugada rouba o sol e,
fingindo-se manhã,
queima-me e inunda o dia”.
_______________________

Você não sabe ser poesia.
Você...... é poesia. Ta nos poros.

Eu venho acompanhando há algum tempo, Mas uma coisa eu não consigo entender.

Por que o Miguel insiste em ser anônimo? (rss)

Luciana disse...

Nossa... simplesmente divino os seus textos!
Vc possui uma sensibilidade super aflorada e consegue transmitir isso de uma forma interessantíssima!
Parabéns!

Moita disse...

Você ta rindo, continua rindo só porque eu disse que o seu senso de oportunidade era semelhante ao do quinho?

Nômade disse...

Ao amor basta existir.

Que a busca seja eterna, já que o encontro seria o fim.

soslayo disse...

Saramar:

E será que a espera não é o condimento do Amor!?
Que será do pêndulo se não existir
o movimento do pensamento e desejo
no florir duma manhã que se almaje!

Bonita a tua prosa. Um beijo.

soslayo disse...

Saramar:

rectifico: almeje.

Márcia(clarinha) disse...

Que esse amor seja mola que impulsione a felicidade...lindo doce Saramar
feliz dia
beijosssssssssss

manoel donini disse...

Querida Saramar , falando com arte sobre o amor, mesmo desconfiando as vezes, com desvarios , ou acertos. Um amor Pêndulo !
Lindo, e que seu fim de semana seja também tão lindo quanto !

Lia Noronha disse...

Saramar: que bela mensagem de amor!Suas palavras estão intensificadas por sentimentos puramente verdadeiros.
Bjus com carinho.
bom fim de semana pra vc.

Anônimo disse...

Fico sempre tão deslumbrada quando aqui venho! É tudo tão belo!
Os teus textos transpiram poesia!

Nem sei que mais posso dizer.
Adoro-te as tuas metáforas e imagens.

Beijinhos.

Machado de Carlos disse...

Teus textos têm estirpe de nobreza,
cada letra tem alma de pureza!
Reconheço a paz da tua mensagem!...

Tina disse...

Corra e busque seu amanhecer... é novo, é vida, é amor, de novo... abrindo janelas, sempre.

beijos,

Marco Santos disse...

Saramar,
A cada vez que venho aqui, minha mente se abre para um novo portal. E a inspiração vem em mim, jorrando feito fonte de água límpida. Obrigado por você existir e por dividir esse seu imenso talento com a gente.
Beijos!